A INFLUÊNCIA DO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL SOBRE A DISTRIBUIÇÃO DINÂMICA DO ÔNUS DA PROVA EM DEMANDAS AMBIENTAIS: UMA ANÁLISE SOBRE O POSICIONAMENTO DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA

  • Rogério Guedes

Resumo

O presente estudo possui como objetivo analisar a compatibilidade da jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça sobre a inversão do ônus da prova em ações ambientais com as atuais regras sobre a distribuição dinâmica do ônus da prova prevista no novo Código de Processual Civil. Para isso, fizemos, primeiramente, uma breve análise da regra geral da distribuição do ônus da prova e dos seus pressupostos de validade, nos termos do art. 373 do Código de Processo Civil. Após analisarmos a situação da distribuição do ônus da prova aplicada a todas as demandas judiciais, examinamos a jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça sobre a inversão do ônus da prova especificamente em demandas ambientais e os argumentos utilizados pela Corte para fundamentar o seu posicionamento. Por fim, tecemos críticas ao posicionamento do Superior Tribunal de Justiça e apontamos o nosso entendimento sobre o tema.

Referências

Doutrina:

ARAGÃO, Maria Alexandra de Sousa. Princípio da Precaução: Manual de Instruções. In:___Revista Cedoua, 2008. Disponível em: <http://ucdigdspace.fccn.pt/bitstream/10316.2/8833/10/1-princ%C3%ADpio%20da%20precau%C3%A7%C3%A3o.pdf?ln=pt-pt>. Acesso em: 30 mar. 2015.

ARAÚJO, Fernando. Introdução à Economia, 3. ed. Coimbra: Almedina. 2012.

DIDIER Jr., Fredie. Curso de direito processual civil: teoria da prova, direito probatório, ações probatórias, decisão, precedentes coisa julgada e antecipação dos efeitos da tutela / Fredie Didier Jr., Paula Sarno Braga, e Rafael Alexandria de Oliveira, 12. ed. Salvador: Jus Podium. 2016.

GOMES, Carla Amado. Risco e Modificação do Acto Autorizativo Concretizador de Deveres de Procteção do Ambiente. Coimbra: Coimbra. 2007.

MACHADO, Paulo Affonso Leme. Direito Ambiental Brasileiro, 16. ed. São Paulo: Malheiros. 2008.

MARINONI, Luiz Guilherme. Processo de Conhecimento (Curso de Processo Civil - v.2) / Luiz Guilherme Marinoni, Sérgio Cruz Arenhart, 7. ed. Versão Atualizada 2 tir. São Paulo: Revista dos Tribunais. 2008.

PYHÄLÄ, Minna; BRUSENDORFF, Anne Christine; PAULOMÄKI, Hanna. The Precautionary Principle. In:____ FITZMAURICE, Malgosia; ONG, David M.; MERKOURIS, Panos (coord.). Research Handbook on International Environmental Law, coord. Massachusettes/USA: Edward Elgar Publishing Limited. 2010.

TRENNEPOHL, Terence. Direito Ambiental. Salvador: JusPodium. 2009.

JURISPRUDÊNCIA:

BRASIL. Supremo Tribunal Federal. Recurso Extraordinário nº 627.189/SP, Pleno do STF, 08 de junho de 2016. Disponível em: . Acesso em: 1 ago. 2017.

BRASIL. Superior Tribunal de Justiça. Agravo de Instrumento no Agravo em Recurso Especial nº 779250 / SP, 2ª Turma, Brasília, DF, 06 de dezembro de 2016. Disponível em: . Acesso em: 19 ago. 2017.

BRASIL. Superior Tribunal de Justiça. Agravo de Instrumento no Agravo em Recurso Especial nº 846996 / RO, 4ª Turma, 04 de outubro de 2016. Disponível em: . Acesso em: 18 ago. 2017.

BRASIL. Superior Tribunal de Justiça. Recurso Especial nº 1330027 / SP, 3ª Turma, 06 de novembro de 2012. Disponível em: . Acesso em: 18 ago. 2017.

BRASIL. Superior Tribunal de Justiça. Agravo Interno nos Embargos de Declaração no Recurso Especial nº 1478062 / SP, 4ª Turma, 15 de dezembro de 2016. Disponível em: . Acesso em: 18 de agos. 2017.

BRASIL. Superior Tribunal de Justiça. Recurso Especial nº 510.150/MA, 1ª Turma, 17 de fevereiro de 2004. Disponível em: . Acesso em: 18 ago. 2017.

BRASIL. Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul. Apelação Cível nº 70037339751/2010, 14ª Câmara Cível, Porto Alegre/RS, 26 de agosto de 2010. Disponível em: <https://tj-rs.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/21281505/apelacao-civel-ac-70039197298-rs-tjrs/inteiro-teor-21281506#>. Acesso em: 20 ago. 2017..

Publicado
2017-12-30
Seção
ARTIGOS