FAKE NEWS: A CRISE MIGRATÓRIA EUROPÉIA E A DISSEMINAÇÃO FAKE NEWS: A CRISE MIGRATÓRIA EUROPÉIA E A DISSEMINAÇÃO DE NOTÍCIAS FALSAS PELA INTERNET E REDES SOCIAISDE NOTÍCIAS FALSAS PELA INTERNET E REDES SOCIAIS

  • Raquel da Silva Freire Assumpção AGU

Resumo

Europa e imigrantes possuem uma longa história. Cada país europeu teve seu próprio grande grupo de imigrantes e as demandas eram resolvidas internamente. Atualmente a União Européia vive a chamada crise mediterrânea, uma onda de refugiados da Síria, Iraque e Afeganistão parados em suas fronteiras. A globalização e o desenvolvimento da internet e redes sociais possibilitaram o acesso às notícias em tempo real e de diversas fontes. Notícias falsas têm ocasionado a proliferação de políticas públicas de exclusão em prejuízo dos refugiados. No presente artigo, focamos na real situação européia, nos perigos de disseminação de notícias falsas e como podemos utilizar a mídia para  encontrar soluções para crises humanitárias.

Biografia do Autor

Raquel da Silva Freire Assumpção, AGU

Pós-Graduada em Direito Civil e Processual Civil pela Universidade Gama Filho. Pós-Graduada em Administração Pública pela Universidade Gama Filho. Procuradora Federal lotada Procuradoria Seccional Federal de São Bernardo do Campo/SP. Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro

Publicado
2019-08-07
Seção
ARTIGOS